O ALUGUEL NAS MORADIAS COMPARTILHADAS E COLABORATIVAS


Foto imagem de uma cozinha aberta para a sala com paredes branca,  armários suspensos e bancada em madeira cor nude com pia inox, fogão  embutido e geladeira duas portas todos os eletronicos em inox. Mesa branca  com 04 cadeiras em ferro e um vaso de vidro com flores

Você já se imaginou morando em um imóvel onde o espaço antes privativo pode ser separado e compartilhado com outras pessoas? Talvez essa informação remeta a lembrança da antiga república de estudantes ou aos velhos cortiços e você não está enganado, mas os tempos são outros e evoluiu para moradias modernas, compartilhadas e colaborativas, disponível a todos.

Estamos em 2021 e há algum tempo uma nova forma de alugar imóveis chegou ao mercado. São as moradias por aluguel, compartilhadas e colaborativas onde todos os moradores amigos ou não reúnem-se em um único espaço. Seja uma ampla casa ou um edifício, cada um tem o seu quarto equipado com banheiro próprio, as áreas sociais e de serviço são utilizadas por todos e cada um tem sua cota de colaboração. Um sistema para quem gosta de interagir.

Temos duas formas de moradia compartilhada:
Aquela em que um grupo de pessoas se reúne, aluga uma casa ou apartamento e divide todas as tarefas e despesas e de comum acordo determinam as regras de convivência, despesas privativas e comuns, que comentarei em outra publicação aqui neste site.
A moradia que você aluga por aplicativo com pagamento único de aluguel e vários serviços que você precisa a disposição no condomínio. Muito comum em São Paulo, são edifícios inteiros construídos ou reformados por um construtor, mobiliados e colocados em locação.

Como fica o aluguel nas moradias compartilhadas
👉Quando um grupo(ou não) aluga um imóvel e dividem as despesas, o aluguel é partilhado igualmente entre todos os que irão residir. Da mesma forma se divide as demais taxas de condomínio, IPTU, água, internet, energia, seguros e qualquer outra taxa referente ao contrato de locação. O ideal é que entre os moradores se faça um contrato não vinculado ao da locação do imóvel, mas que trará obrigações e direitos entre os usuários. O objetivo é prever desocupação antecipada, multa, e demais regras de convivência. A pessoa responsável no contrato de locação administra o pagamento direto ao locador/imobiliária e responde solidariamente. Temos aqui uma locação com sublocação autorizada.

👉Quando se trata de aluguel via aplicativo temos outro sistema. Prédios inteiros podem trabalhar com locação também conhecida como Coliving. A locação é rápida, via aplicativo ou site, tudo é resolvido através do mesmo e o locatário paga um aluguel único. Não há cobrança de IPTU, condomínio, internet, TV a cabo, seguro ou qualquer outra taxa referente a locação. O preço do aluguel varia em relação ao imóvel que será utilizado. O condomínio disponibiliza diversos serviços inclusos e outros que o locatário contrata em separado como, por exemplo, o uso da lavanderia e garagem. Dispensa dizer que esse sistema de locação tem aluguel mais caro, para um público jovem diferenciado que fica morando no imóvel o tempo que desejar. Sendo uma moradia voltada totalmente para o investimento, o locador cuida de tudo através de um administrador de todo o condomínio.

👉O aluguel continua seguindo a legislação do Plano Real em relação a ser reajustado a cada 12 meses de contrato. Os serviços contratados a parte são de livre reajuste.

Legislação vigente nas moradias compartilhadas
A legislação é a Lei do Inquilinato 8.245/91. É costume no Brasil pensar conforme as situações vão surgindo. Primeiro deixa acontecer e depois regula. Foi assim com a chegada dos carros particulares trabalhando como táxi e agora o mercado de locações compartilhadas onde a rigorosa lei do inquilinato atua. Por atender a um público jovem que frequentemente muda de cidade e com poder aquisitivo maior, não haverá tantos problemas como ocorrem na locação residencial para famílias. Mais uma vez estaremos no aguardo de decisões judiciais para regrar o que já deveria nascer regrado e que de uma forma, difere das locações residenciais familiares.

Concluindo, temos uma modernização da locação de imóveis residenciais para atender a um novo nicho do mercado imobiliário que são os jovens empreendedores e voltado principalmente para investidores em fundos imobiliários. 

Comentários

  1. Olá Maria Ângela!
    Estou com um problema no meu terreno, dividimos ele com minha tia, metade dela metade da minha mãe, eles usam o meu lado pra guardar os dois carros deles, só que eles deixam a minha cachorra fugir e não recolhem ela, ela quase foi atropelada! Eles falaram que iam deixar os carros pra fora (eles têm o portão deles, não cabe os carros, mas passagem eles têm), agora eles estão falando que se acontecer algo com os carros a responsabilidade é minha e da minha mãe, isso tá certo? Sendo que eles têm o próprio portão, e minha cachorra corre risco se eles deixarem o portão aberto.

    Obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os assuntos relativos ao Ramo Imobiliário envolvem legislação geral, legislação especial, prática no mercado, decisões judiciais, jurisprudência dos tribunais e análise especifica de cada situação que em cada estado do Brasil pode ser diferente e com o tempo vai se modificando e aqui não podem abranger 100% do que você precisa saber. NUNCA utilize o que for publicado como solução definitiva. Aqui você encontra um caminho para entender um pouco sobre imóveis. Não nos responsabilizamos pelo uso indevido das informações prestadas. Entenda seu problema e busque a solução junto a um profissional de sua confiança.
Este site pertence ao Google que pode coletar informações sobre quem o acessa como sua localização, tempo que ficou no site e em cada página visitada, o que pesquisou. Essas informações visam direcionar os assuntos para o que as pessoas mais procuram. Não deixe de visitar a página de privacidade e saber mais sobre como tratamos seus dados.

Comentários e dúvidas serão respondidas dentro de 48h e o email fica a disposição caso não houver retorno
Email: mcamini150@gmail.com

POLITICA DE COOKIES

Este site usa cookies e armazena dados como endereço do IP e localização para fins de melhorar o conteúdo específico e a visitação.Em respeito aos leitores não armazeno dados pessoais. PROSSIGA SOMENTE SE VOCÊ CONCORDAR.
Maiores informações acesse POLITICA DE PRIVACIDADE.