AMORTIZAÇÃO DO SALDO DEVEDOR NO FINANCIAMENTO IMOBILIARIO


A amortização do saldo devedor no financiamento imobiliário sempre vai valer a pena porque influencia todo o contrato do mutuário. Aqui você encontra mais detalhes sobre as vantagens de amortizar e diminuir o tempo de pagamento.

Conceito
Amortizar nada mais é do que devolver o que você pegou emprestado com o banco. Se você contratou um financiamento para pagar em X parcelas mensais, uma parte dessa parcela será mensalmente devolvida ao banco para quitar o valor emprestado. Desta forma o seu saldo devedor vai diminuindo conforme você for efetuando os pagamentos.


A amortização do saldo devedor no financiamento imobiliário nem sempre diminui este saldo se tivermos juros mensais com valor maior que o da amortização (tema para uma outra postagem) mas em geral a regra de diminuição do saldo prevalece para financiamento com bancos.


Formação da parcela
As parcelas a pagar são formadas a partir do saldo devedor e cada parcela mensal é composta de um valor X a ser devolvido ao banco, juros que remunera o valor emprestado pelo banqueiro, parcela do seguro obrigatório e a taxa de administração mensal do contrato. 


Prazo em meses
O prazo do financiamento é escolhido por você e é influenciado diretamente na amortização do saldo devedor no financiamento imobiliário. È aqui que você tem uma grande vantagem se puder anualmente ou em menos tempo amortizar teu saldo, ou usar teu FGTS a cada 2 anos. Como o pagamento adiantado interfere diretamente no saldo devedor, interfere também no tempo de contrato, diminuindo os juros, diminuindo o valor do seguro obrigatório e estabilizando a parcela a pagar.

É muito mais vantagem diminuir o saldo devedor do que diminuir o valor da parcela e estas são duas opções que o banco te oferta. Se você for financiar por 100 meses, 250 meses ou 400 meses a taxa de juros é a mesma então não importa o prazo que você escolher, quando for amortizar ele vai obrigatoriamente diminuir o prazo final de pagamento.

Será vantagem diminuir a parcela somente se você não está mais conseguindo paga-la e nessa situação o ideal então é manter o prazo contratado e diminuir o valor da parcela em até 80%. Lembrando que as parcelas devem estar em dia.


Conclusão
Se você pode diminuir o saldo devedor (exemplo neste link) escolha esta opção e pague menos juros quitando em menos tempo.

Se você está com problemas para pagar sua parcela, mantenha o prazo e opte por diminuir a parcela pagando menos durante 12 meses até poder decidir se conseguirá mantê-la ou se é melhor vender o imóvel e evitar perder o bem para o banco por falta de pagamento.


Lei também:







Comentários