/>

07/11/11

RECIBO DE COMPRA E VENDA Á VISTA



MODELO
RECIBO DE COMPRA E VENDA
DE IMÓVEL
Á VISTA


R$ ____________ (por extenso).

(nome completo do vendedor e seu cônjuge), (nacionalidade), (estado civil), (se casado, constar Regime de Bens), (profissão), (carteira de identidade), (CPF), (se casado, qualificar, também, o cônjuge), residentes e domiciliados á Rua ________________________, nº _______, na cidade de ___________________________, Estado de ___________________, aqui chamados simplesmente de VENDEDORES, declaram, pelo presente instrumento, que receberam, nesta data, de (nome completo de quem está comprando), (nacionalidade), (estado civil), (se casado, apresentar o Regime de Bens), (profissão), (carteira de identidade), (CPF), (se casado, qualificar, também, o cônjuge), ambos residentes e domiciliados á Rua ________________________, nº _______, na cidade de ___________________________, Estado de ___________________,aqui chamados simplesmente de COMPRADORES, a quantia de ____________, em moeda corrente (se for em cheque, discrimina-lo), a título de PAGAMENTO TOTAL do preço de (valor total da negociação) referente a COMPRA E VENDA do imóvel de propriedade dos vendedores sito a (endereço completo do imóvel) e Matricula Imobiliária Nº xxxxxxxxxx..
Através deste Recibo, os VENDEDORES dão plena e total quitação aos COMPRADORES que declaram nada mais ter a receber por parte dos VENDEDORES.



_______________________________, ____ de ____________________ de 20____ .


(Assinaturas: vendedor e cônjuge do vendedor (se houver)




83 comentários:

  1. MUITO BOM...PARABENS...CONTINUE ASSIM, POIS ESTÁ OTIMO O BLOG

    ResponderExcluir
  2. Agradeço. É o reconhecimento de que fiz a escolha certa. Manter o blog como uma fonte de conteúdo que possa dar uma "luz as pessoas sobre assuntos que desconhecem ou possuem dúvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Boa tarde sounproprietario de um imovel o qual esta locado comercialmente a mais de um ano e semana passada entrou ladrao e o inquilino exige que eu coloque grades em todas as janelas , esta certo eu arcar com este custo ?
    grato


    ResponderExcluir
  4. Olá. O inquilino não pode exigir a colocação de grades no imóvel locado. A situação é que stão de segurança pública e estando o imóvel na posse do inquilino por contrato de locação é dele o dever de zelar pela segurança dos pertences dele. Hoje temos colocação de grades que são parafusada e ao final do contrato podem ser retiradas do imóvel assim como alarmes. Você como locador não tem qualquer obrigação de colocar as grades não faz parte de tuas obrigações, fique tranquilo quanto a isso.

    Por outro lado benfeitorias são sempre bem vindas e um imóvel seguro loca mais rápido. Portanto se desejar vale acordo escrito entre ambos.

    abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem? tire uma duvida minha. Houve um vendaval muito forte na casa onde eu alugo e esse vendaval destruiu telas e toda parte elétrica da casa. Além de destruir as telas, houve vazamento da água na cozinha e destruiu também meu armário de cozinha que é de madeira. Neste caso tem alguma lei que me assegura que a imobiliária que deve arcar com as despesas?

    ResponderExcluir
  6. Olá Carlos. Ações da natureza não são responsabilidade de ninguém e portanto cada um arca com seu prejuízo.
    O locador é obrigado a repor o imóvel em condições de continuar a ser utilizado por você e se não for possível devido as condições financeiras do locador ele deve permitir que você desocupe o imóvel sem custos isto é sem reforma de entrega ou multa contratual arcando apenas com o aluguel do mês de uso, contas de água e energia.

    quanto a teus bens que foram danificados você assume o conserto ou troca, o locador não tem que te indenizar.

    Lembro que o locatário tem obrigação de por escrito via imobiliária comunicar imediatamente o sinistro no imóvel para que o locador se manifeste evitando assim dano maior. não comunicando pode ser responsabilizado se o problema se agravar. Comunique a imobiliária por escrito em duas vias.

    abraços

    ResponderExcluir
  7. Bia tarde, moro em um bairro que os terrenos foram invadidos a mais de 30 anos e por isso não ha documentação, somente IPTU e um vizinho me vendeu a casa dele, como não ha documentação, fizemos um recibo de compra e venda e guardei o recibo da transferência bancaria que foi pago a vista o valor da casa, e ele me disse que sairia da casa em 3 dias e no primeiro dia dr madrugada ele saiu com os pertences pessoais e não retirou a mudança e ainda deixou uma filha deficiente no local, nem o IPTU estava no nome dele, e ainda esta com atraso de 15 anos, iria pedir um relógio da light e com o comprovante de residencia passar o IPTU para o meu nome e pagar os atrasados, isso foi o combinado, só que como a menina esta na casa e e os moveis dele tbm não pude chamar a ligth estou desesperada, pq as pessoas estão dizendo que a o recibo não tem valor legal e que por direito a casa e dela, mas o recibo de compra e venda foi assinado por ele e registrado em cartorio . e o recibo da transferência bancaria tbm consta o nome dele! O que fazer agora, me ajude por favor.

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavia Cristina. você provavelmente caiu em um golpe. Como e trata de área de posse não existe comportação de quem esteja na posse do imóvel. Havia neste imóvel mais de uma pessoa residindo e portanto deveria ter sido feito um recibo em nome de todos os moradores para assim ter certeza de que todos concordavam com a venda desta posse.
    Não existe provas de que ele era o posseiro, pode ser a menina que ficou no imóvel e o fato de ele ter desparecido significa que é bem provável que tenha te aplicado um golpe.
    Procure imediatamente um advogado para tentar reaver teu dinheiro porque a posse de bem vai ser bem complicada de você conseguir. converse com a menina para saber exatamente o que esta acontecendo.

    abraços e boa sorte

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, gostaria de saber se pode constar dois compradores (sem grau de parentesco) no recibo de compra e venda de um terreno. Desde já agradeço a atenção, bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, sim, podem constar quantos compradores forem necessários e o ideal é que o contrato e/ou recibo traga o percentual de cada comprador no terreno. Se cada um pagou 505 conste que cada um tem a propriedade de 50%. abraços

    ResponderExcluir
  11. olá, estou querendo comprar uma casa, gostaria de saber quais documentos necessários para que seja feita de forma correta para que tenha dor de cabeça mais tarde. desde já obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo seu blog
    me ajudou muito
    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado e disponha sempre que precisar. Qualquer coisa meu email esta no final desta página. abraços

      Excluir
  13. Boa noite,comprei um terreno em 2008 e a pessoa me deu só um recibo, na época eu não tinha o dinheiro pra fazer a escritura em meu nome , e esperei mais um pouco pra poder fazer a transferência mas o terreno estava em nome do marido dessa senhora e ela me fez a venda pq ela tinha uma procuração de plenos poderes .....o marido dela veio a falecer e o terreno entrou no inventário e na hora da partilha a filha dela não tinha conhecimento da venda que sua mãe me fez,e nem tem ainda ! E o terreno estar sendo passando pra filha,o que eu faço??" A MÃE FICOU QUIETA PQ QUERIA UM TAL DINHEIRO QUE ESTAVA NA CONTA " só tenho o recibo com firma reconhecida e a copia da procuração do falecido marido P ela na época da venda.AGRADEÇO DESDE JÁ ! ABRAÇOS .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Verinha. Você tem que se habilitar neste inventario para que a filha tome conhecimento de que foi negociado com você e faça isso urgente pois do contrario não conseguiras a escritura em teu nome. Se o imóvel foi negociado com você tem que constar no inventario. Procure a filha para lhe comunicar que comprou o imóvel antes do pai falecer. abraços

      Excluir
    2. Obrigado pela atenção!

      Excluir
  14. Ola, Boa noite! Gostaria de tirar uma duvida ?? aluguei uma casa com contrato de 30 meses, e qndo entrei no imovel nao sabia q tinha infiltraçao e goteiras na csa , conclusao comuniquei o locador e ele fala q vai arruma. e ja fazem 7 meses q nao arruma pois a casa esta cheia de mofo e bolor e estragando todos meus moveis novos , ja pedi pra ele para quebrarmos o contrato e eu ficar no imovel 3 meses e nao pagar aluguel para correr o deposito ele nao quer , quer q eu fique na casa e cumpra o contrato mesmo com todos problemas mas eu nap qro o q devo fazer??

    ResponderExcluir
  15. Olá. O locador comete infração legal ao não arrumar o imóvel e portanto deves entrar na justiça solicitando a desocupação e pagamento de multa pela infração. Procure um advogado porque quanto mais tempo ficar no imóvel pior será para depois reclamar algo. abraços

    ResponderExcluir
  16. entao quem deve entrar na justiça eu ou o locador?? tirei fotos e fiz videos do imovel com todos os problemas q citei acima, qro mto deixar o imovel eu posso ir ao forum arrumar um advogado para resolver este problema?? pq o proprietário se recusa a arrumar o imovel e eu qro sair da csa...Obrigada por enqnto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ir ao Fórum contratar um advogado e entra com a ação judicial contra o locador para desocupar sem custos devido aos prejuizos que tiveste. abraços

      Excluir
  17. Boa noite! Estou com dúvidas referentes a doação e venda de imóvel e documentação em relação a IRPF! Meus pais me deram uma casa quando eu era solteira, mas não oficializamos em cartório, foi de comum acordo, e a escritura está no nome da minhã mãe. Eu demoli a casa e fiquei apenas com o terreno. Porém, um tempo depois me casei e mudei de estado. Sendo assim, resolvi vender o terreno para um amigo e o mesmo fez o pagamento direto na minha conta. No próximo ano teremos todos que declarar a transação no IR. As dúvidas são: meus pais precisam fazer o documento de doação em meu nome para que eu possa fazer o recibo de compra e venda para o comprador e o mesmo transferir para o nome dele? Quem faz o recibo de compra e venda é a minha mãe, porque a escritura está no nome dela, mesmo o dinheiro tendo sido depositado na minha conta? Nesse caso, como eu declararia o dinheiro que recebi? Essa semana irei ao estado de origem levar a escritura, mas estamos perdidos nesse processo de fazer os recibos para o comprador.... Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      A doação de imóveis somente existe se feita por escritura pública e portanto quem esta oficialmente vendendo a casa são teus pais que vão passar a escritura pública direto para o comprador. Se você emitir recibos terá que antes de passar a escritura para o comprador colocar o imóvel em teu nome pela escritura pública de doação do imóvel feita por teus pais. Taxas e impostos em dobro a pagar.
      abraços

      Excluir
    2. Olá, maria angela! Muito obrigada pelo esclarecimento, foi de grande ajuda. Porém, pairou uma dúvida quanto a declaração de IRPF no próximo ano. O vendedor depositou o dinheiro direto na minha conta. Como faremos para declarar esse valor, se a titulo de documentação quem vendeu foram meus pais? Mais uma vez, obrigada!

      Excluir
    3. Teus pais é que vão declarar que venderam o imóvel porque o mesmo ainda esta em nome deles e com a declaração dão baixa do mesmo na lista de bens. Na mesma aba informam a doação do dinheiro da venda a você. o problema aqui é que pode haver imposto estadual sobre bens móveis que é este valor doado e o estado tem acesso a estes dados no site da Receita Federal.

      abraços

      Excluir
  18. Prezada Maria Ângela, boa tarde!! Meus pais compraram um terreno a 35 anos atrás, mas nunca passaram para o nome deles possuindo somente um recibo de compra e venda SEM REGISTRO em cartório ou autenticação, porém meus pais querem regularizar a situação este ano. Gostaria de saber se eles devem autenticar este recibo em cruzeiros ( moeda da época) e depois irem no cartório de registro de imoveis para levantar itbi e fazer a escritura? obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Infelizmente não é assim que funciona. escritura feita em cartório somente com a presença de quem vendeu a teus pais ou dos herdeiros destes com inventario concluido. No caso em questão teu pai tem que procurar a Defensoria Pública para entrar com ação judicial de usucapião, a única forma de ele adquirir a propriedade. Fato certo. abraços

      Excluir
  19. Boa noite, poderia por favor tirar uma dúvida para mim? Quero comprar um imóvel da Cehab só que a pessoa que quer vender têm apenas a promessa de compra e venda pois a escritura ainda está em nome do antigo dono , ela já mora neste apartamento a mais de 8 anos! O que devo pedir para ver se o imóvel está apto a ser negociado? Ela e solteira! Muito obrigado pela atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre Magayver.
      Tens que verificar se pode ser vendido pois pode ser imóvel que o primeiro comprador tivesse apenas a posse.
      Peça a matricula imobiliária do imóvel para saber se foi compra e venda e esta quitado junto a companhia de habitação.
      Desta forma não consegues colocar em teu nome salvo por usucapião ou achando o primeiro dono.
      abraços

      Excluir
  20. olá,meu marido esta comprando um terreno de posse,o vendedor,um senhor muito simples que mora numa parte do terreno nos diz mora no local a mais de 20 anos e o proprietário morreu e nunca ninguem dessa familia o procurou ele não paga impostos do terreno e nunca nehum herdeiro o procurou isso a mais de 20 anos atras. podemos comprar essa parte do terreno mesmo assim? qual seria o procedimento mais seguro para nós?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Se ele não paga impostos os herdeiros não procuraram porque é área pública invadida e no caso não tem matricula imobiliária e não pode ser regularizada por usucapião. Não recomendo a compra antes de verificarem se o lote tem matricula imobiliária e como esta a questão do IPTU se existe ou não.
      abraços

      Excluir
  21. Boa tarde. Construí e moro há onze anos numa casa em cima da casa de minha mãe, que é viúva, tenho quatro irmaos, e agora minha mãe está querendo me vender a casa dela (a de baixo). Queria saber se é verdade que minha mãe é proprietária de 50% do valor do bem e os cinco filhos dos outros 50%?. Se isso é verdade, significa por exemplo que, estando a casa avaliada em cem mil reais, cinquenta mil seria de minha mãe e outros cinquenta mil meu e de meus irmãos? ?, me mãe quer me doar a parte dela, nesse caso ela me doando a parte dela eu só teria que pagar as partes que caberiam a meus irmãos- no caso dez mil pra cada um??. OBS: a casa não tem escritura, só recibo de venda , então todos poderíamos ir num cartório com um novo recibo pra assinarmos e reconhecer as firmas de cada parte e então essa nova venda estaria legal??. Todos somos filhos do mesmo pai e da mesma mãe e não há outros filhos. Desculpe se fiz muitas perguntas. Desde ja agradeço por esse espaço. Deus abençoe.
    Só consegui postar como anônimo mas, me chamo ivanilson B silva. Recife-PE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivanilson.
      Bem. entendo que teu pai faleceu e esta casa ficou de herança.
      Por ser esposa de teu pai sua mãe é considerada dona de 50% de todos os bens que teu pai tinha. Assim ela tem 50% da casa e é chamada de meeira(dona também) no inventario porque sendo metade dela a parte dela não é inventariada, somente a parte de teu pai. 50% da parte de teu pai pertence aos herdeiros que são cinco filhos cada um dono de 1/5 dos 50%.

      Entendo que a casa não tem documento o que no futuro te permite regularizar pela via judicial colocando em teu nome.

      Como temos 4 irmãos herdeiros e também com direito de herança da tua mãe para que você compre ou receba qualquer doação de parte de sua mãe é preciso que todos os teus irmãos assinem concordando. Se um não concordar ela não pode nem te vender e nem te doar e também aproveito para informar que essa casa que você construiu em cima da tua mãe pertence a ela não a você. Se tua mãe vem a falecer qualquer dos filhos pode pedir a venda de todo o terreno e a você caberia receber a mais tua parte pela valorização do terreno com a construção porque construíste em imóvel que não era somente teu.

      Se todos os teus irmãos concordam com a doação de tua mãe a você e quiserem te vender a parte deles, como não tem inventario então todos vão ao cartório de notas fazer um contrato de cessão de direitos hereditários honeroso onde tua mãe cede gratuitamente a você os 50% dela e teus irmãos cada um seu 1/5 da herança recebendo o valor xxxx cada um. Você recolhe ITDCM que é o imposto estadual sobre esta cessão e depois judicialmente pode colocar o imóvel em teu nome..

      abraços

      Excluir
    2. Nossa! !!!, surpreso com a excelente e rápida resposta, muito obrigado, já sei o caminho, agora é mãos à obra. Obrigado.
      Abraços. Ivanilson.

      Excluir
    3. Disponha. qualquer outra duvida tem meu email na parte de cima a esquerda. abraços

      Excluir
  22. Muito obrigado pelo modelo de documento sugerido.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite. Meu pai comprou um terreno de uma pessoa há 2 anos só que ele fez um recibo com testemunha no cartório e não a escritura e quando resolveu escriturar descobriu que fazia um ano que o terreno foi vendido e passado a escritura para outra pessoa, só que o IPTU chegava todo ano inclusive depois que ele descobriu. Gostaria de saber quais providências ele deve tomar se há possibilidades dele consegui o terreno de volta. Por favor aguardo resposta.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite. Meu pai comprou um terreno de uma pessoa há 2 anos só que ele fez um recibo com testemunha no cartório e não a escritura e quando resolveu escriturar descobriu que fazia um ano que o terreno foi vendido e passado a escritura para outra pessoa, só que o IPTU chegava todo ano inclusive depois que ele descobriu. Gostaria de saber quais providências ele deve tomar se há possibilidades dele consegui o terreno de volta. Por favor aguardo resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia Nascimento
      Procurem um advogado urgente e não sai do terreno de jeito nenhum.
      Pode ter havido uma fraude, estelionato e tem direito ao terreno quem or egistrou.
      Teu pai cometeu um dos principais erros que levam uma pessoa de boa fé a ser enganada mas isso não vai resolver o problema dele pois quem tem o registro é o dono.
      Como até agora ninguém reclamou é preciso urgente que teu pai procure um advogado para analisar a matricula do imóvel e ver a quem foi vendido, quando e porque até hoje nãos e manifestou.
      abraços

      Excluir
    2. Já estamos com um advogado, fizemos um BO na delegacia de nossa cidade e estamos agindo, já foi identificada a pessoa que comprou. Obrigada! Abraços.

      Excluir
    3. Oi Patricia Nascimento
      Disponha e boa sorte.

      abraços

      Excluir
  25. Boa noite

    Minha mãe faleceu a pouco tempo e deixou um terreno com duas casas sendo que uma ela deu para mim (só de palavra sem documentação) e a outra ela deu para meu irmão(também só de palavra). Nunca registramos porque esta propriedade não está registrada no nome da minha mãe, ela só tem um contrato de cessão de propriedade. Minha irmã ficou com um apartamento que já está no nome dela. Agora meu irmão vendeu o terreno que pertencia a casa dele para mim e minha irmã comprou a casa. Pergunto:
    1. Como fazer o recibo de compra deste terreno, que nós adquirimos (eu e meu marido) do meu irmão?
    2. Como deverá ser feito a documentação para o futuro desmembramento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Vão precisar no futuro de um advogado para através de usucapião poderem colocar a propriedade em nome de vocês. O problema é que para isso o contrato de cessão em nome de tau mãe não pode estar registrado em nenhum cartório ou o inventario será obrigatório.

      Vou precisar de mais detalhes para te ajudar sobre esse contrato de cessão em nome de tua mãe. No fim dos comentários tem meu email. abraços

      Excluir
  26. Boa noite,meu pai morava em uma casa que ele mesmo construiu em cima da casa da mãe dele a 20 anos,ele não tem documento dessa casa e eu comprei essa casa dele,como faço pra que no futuro com a morte da minha vo eu não venha a ter problemas com isso ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Vais ter que solicitar a tua avó que te faça uma doação desta casa e para isso todos os filhos dela precisarão assinar a escritura pública incluindo teus irmão se houver pois houve compra e venda entre pai e filha. abraços

      Excluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Boa noite, primeiramente quero parabenizá-la pelo seu blog, estava procurando por um exemplar de um recibo de compra e venda para eu poder me orientar pois minha mãe adquiriu recentemente um terreno sem nenhuma matrícula, além disso a dona do terreno não tem nenhum comprovante de que ela realmente tenha poder sobre o terreno. Gostaria de saber como devo proceder neste caso, ficarei muito agradecido se puder me responder. Obrigado e boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. È uma compra de risco. Se o terreno não tem matricula pode ser pertencente a uma área particular de um terreno maior e tua mãe estaria comprando apenas uma fração ideal deste terreno maior sem ter certeza de quem vende ser o proprietário do lote. E se depois chega alguém e diz que é dono, sua mãe pode perder tudo que pagou.

      Se o terreno não tem matricula pode também ser uma área verde/publica isto é, pertence a prefeitura ou estado e foi invadida e sendo assim tua mãe esta comprado algo que é de todos ou seja não esta comprando nada e pode perder o terreno quando o estado o quiser de volta para passar uma rua, uma praça etc pois não ha como regularizar por usucapião.

      Não recomendo que o negócio seja efetivado sem que se faça um estudo desse lote para saber se realmente tua mãe esta garantida. cuidado, há muito estelionatário vendendo o que não pertence a ele.

      abraços

      Excluir
  29. ola meu nome é patrcia meu companheiro faleceu eu não era casada com ele mas já conseguir a pensão por morte ele tinha uma casa em nome dele ,mas esta casa não possuia escritura só recibo de compra e venda ,a mãe e o pai dele concordam que este imovel deverá ficar para mim , como fasso para colocar em meu nome???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia.

      Te respondi via email.
      abraços

      Excluir
  30. Oi meu nome é Luis construí uma casa no terreno que a prefeitura mandou fechar com muro a muitos anos atrás, fundo da casa da minha avó (local era um barrero) e que finaliza o terreno dela bem antes de onde eu contruí, e hoje quem mora são os meus pais (na casa de minha avó), queria fazer um recibo de doação do terreno pela meu pai que mora nessa casa, como proceder pois onde contruí não pertence metragem do local, irei ter problemas com os herdeiros de minha avó? como proceder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis. Se onde você construiu não pertencia a sua avó os herdeiros dela não tem direito a esta área, somente a área em que esta a casa que tua avó construiu. Seu pai não pode doar o que não é dele. abraços

      Excluir
  31. Olá posso usar esse documento como comprovante de valor de entrada do imóvel? e posso tambem acrecentar as demais parcelas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirian. Este documento é de quitaçåo á vista. Se fores usar para sinal e parcelas tens que modifica-lo até porque tem que constar o que foi pago, o que falta, juros etc.
      Abraços

      Excluir
    2. Oi Mirian. Este documento é de quitaçåo á vista. Se fores usar para sinal e parcelas tens que modifica-lo até porque tem que constar o que foi pago, o que falta, juros etc.
      Abraços

      Excluir
  32. Boa noite, Maria Angela ! Vendi um imóvel em 30/06/2015 e, para ter direito à isenção de ganho de capital, pretendo aplicar integralmente o valor na compra de outro em até 180 dias. Para fins de contagem desse prazo, vale um recibo ou um contrato particuar, ou é necessária a escritura lvarada em cartório ? Muito obrigado pela sua ajuda !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá a data da venda é a data em que recebeu o sinal e todo o valor tem que ser recebido e aplicado na compra em 180 dias contados desta data. Se recebeu sinal em 60/06 tens até o dia 30/12 para efetivar a compra do imóvel pagando todo o valor recebido pela venda. Se parcelar e ultrapassar este prazo recolhe sobre a parcela que ficar para pagamento a partir de janeiro.

      abraços

      Excluir
    2. João Mendes10/12/15 12:07

      Olá, Maria Angela. Me desculpe, acho que não formulei o problema corretamente. Recebi o valor integral da venda em 30/06/2015 e o prazo de 180 dias, portanto, termina em 27/12/2015. Acho que não terei tempo hábil para lavrar a escritura pública de compra do novo imóvel até esta data. Assim, para efeitos tributários, valeria um recibo particular ou mesmo uma promessa de compra e venda, desde que assinada até 27/12 ? Posteriormente eu lavraria a escritura pública, mencionando a data de 27/12 como a de fechamento do negócio. Abraços !

      Excluir
    3. João Mendes10/12/15 12:10

      P.S: O valor seria integralmente pago até 27/12, só não terei tempo de lavrar a escritura pública por conta do prazo para emitir toda a documentação necessária.

      Excluir
    4. Oi João,ok entendi. O contrato particular de promessa de compra e venda assinado até dia 27 de dezembro é valido como data da compra mas você tem que efetuar o pagamento ao vendedor nesta data. Se algum valor ficar para ser pago depois do dia 27/12 vai incidir imposto sobre este valor. Abraços

      Excluir
  33. Boa noite! Estou comprando um apto residencial a vista, o mesmo não é quitado, e já foi comprado de uma outra pessoa e financiado pela caixa.minha dúvida é: no momento vamos fazer um contrato de compra e venda, registrar em cartório, etc... até onde sei, eu como comprador pago por esse documento, quando sair a escritura desse imóvel e for passar para meu nome, eu pago sozinho também? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.Imóvel financiado pela CEF já tem escritura é o proprio contrato assinado pelo vendedor e comprador fornecido pela CEF, não é preciso fazer nova escritura no final do financiamento para o nome do vendedor, apenas averbar na matricula o termo de quitação do financiamento e no contrato de vocês deve constar que quem financiou vai arcar com o custo de averbar o termo de quitação e certidões negativas e você arca com imposto e custos de escritura para o vendedor passar para o teu nome quando o termo de quitação extinguir a garantia do financiamento.

      abraços

      Excluir
    2. Obrigada, muito útil suas informações. Só mais uma dúvida: como saber se esse financiamento existe resíduo? já vi vários casos q o próprio comprador é pego de surpresa.

      Excluir
    3. Saldo residual existe nos contratos feitos entre 1980 e 1990. depois desta época nãos e encontra. o que tens que fazer já que estas comprando a vista é pedir a quitação deste financiamento. Pagas o sinal referente ao saldo devedor e depois de quitado pagas o restante.
      Se vais assumir as prestações faltantes precisas do cotnrato de financiamento contigo para saber o que diz.

      Excluir
    4. Maria Angela, parabéns pelo seu trabalho, é muito importante para nós leigos, e mais uma vez obrigada.

      Excluir
    5. Disponha e que eu consiga melhora-lo cada vez mais.

      Excluir
  34. Vinícius santos12/12/15 01:38

    Boa noite, parabéns pelo blog

    Tenho uma dúvida e acredito que possa me esclarecer

    Estou vendendo um imóvel a vista.. O comprador está quitando o saldo devedor e irá repassar a diferença

    Minha dúvida é em relação ao meu tempo para deixar o imóvel. Segundo a corretora o pagamento da diferença será feito na outorga da escritura e daí por diante tenho que sair do imóvel.

    Como negócio outro imóvel sem o dinheiro em mãos e tempo para tal

    Não teria um prazo de entrega do imóvel após pagamento total? Já que está em posse da escritura...

    Desde já agradeço a atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinicios Santos

      o prazo legal é a data da quitação do imóvel.Quitou na escritura desocupa e entrega as chaves. Se precisava de prazo após o pagamento deverias ter acordado em cotnrato desocupar xx dias após a quitação.

      Você só estará obrigado a desocupar quando receber o pagamento.
      O ideal é marcar escritura de venda e a tua de compra para o mesmo cartório na mesma data. recebe de um lado, paga de outro e recebe as chaves noa to do pagamento e desocupa o imóvel no dia seguinte ou o combinado entre vocês, dois dias mais se for possível

      abraços

      Excluir
    2. Obrigado

      Excluir
  35. Maria ,a 23 anos meu falecido avô comprou uma casa . Mas minha avó só tem o contrato de compra e venda. Esse documento está no nome dos dois.Só com o recibo de compra e venda ela consegue passar esse documento para o nome dela e efetuar a venda da casa,ou terá que fazer um inventário para conseguir isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda Alcântara. Com este documento sua avó tem que fazer o inventario de 505 do imóvel que é a parte de teu avô e judicialmente requerer por sentença judicial o usucapião do imóvel para que desta forma fique em nome dela a parte que lhe cabe e dos herdeiros o 50% d teu avô.
      abraços

      Excluir
  36. Bom dia!
    gostaria de receber orientações sobre este caso. meus pais são casados em comunhão total de bens. Eles resolveram separar estes bens em vida. duas fazendas . onde a metade ficou com a milha mãe e a outra metade que ficou para o meu pai ele doou verbalmente para os filhos. agora como proceder. primeiro legalizar a separação dos bens entre meu pai e minha mãe?
    Depois legalizar a doação verbal do meu pai?
    alguns dos meus irmão ja venderam verbalmente para outros. como fazer para legalizar tudo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elza Alves da Silva.
      Desde a partilha até a doação aos filhos tudo tem que ser feito por escritura pública ou não terá valor. Isso se teus pais estão separados porque se estão juntos não se faz a partilha e sim a doação aos filhos em vida.
      Legaliza a separação de bens e na mesma escritura teu pai abrem mão da parte dele em favor dos filhos. tudo por escritura pública em cartório.
      abraços

      Excluir
  37. Olha boa noite, gostaria de uma informação profissional sua se possível.

    Bom faz mais de 20 anos que meu pai tem um terreno que foi doado para fazer uma cede de uma agremiação carnavalesca, bom esse documento bem em nome da agremiação certo, só que meu pai construiu uma casa dividindo a cede faz uns 12 anos de construção da casa, a pergunta é, os comprovante de água e luz estam no nome da minha mãe certo e o terreno não tem escritura, e nem pagamos IPTU. Ai foi cortada a água num valor alto pois tinha um vazamento e demorados a descrubir, fomos tentar negociar na empresa que faz o abastecimento de água e acontece que já tinha uma conta de débito já financiada que eu como filho não sabia, me enformei na empresa de abastecimento e eles disseram que não haveria condições de refinanciar o débito no nome da minha mãe e só teria condiçoes se force em nome de outra pessoa, perguntei como poderia ser feito e ela me informou que teria que fazer um recibo de compra e venda...
    Como posso fazer esse recibo peço ajuda por favor. Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josep. Foi doada uma area publica e por isso não tem Iptu nem escritura mas deve existir um contrato de posse. Como que a doação do terreno feita a seu pai vai virar compra e venda para ele mesmo? Teria que ser feito um contrato ficticio e nesse ponto não tenho como te ajudar por desconhecer a documentação da doação. Por outro lado quando se tem fuga ďagua que se demoea a descobrir, resolvido o problema se pede que o valor não seja cobrado e as companhias aceitam. Abraços

      Excluir
    2. Obrigado pela atenção...
      Bom esse contrato de compra e venda teria como fazer em meu nome, só para resolver esse caso da água.?
      Obrigado.

      Excluir
    3. Pode ser mas o melhor seria em nome de outro que não o filho mas de qualquer forma é uma solução.
      abraços

      Excluir
    4. OK.
      Obrigado parabéns pelo seu blog, pela atenção...
      Esse modelo de recibo seria o ideal ou teria outro.... Assim teria que por o valor e etc?

      Excluir
    5. Oi ideal Josep, seriam um contrato particular de compra e venda, mais garantido do que um simples recibo que pode ser contestado pela companhia de energia. abraços

      Excluir
  38. Boa tarde. Minha mãe faleceu em 1995. Era casada com meu pai e eles ttinhm uma casa que não tem escritura pública. Mas tem recibo de compra e carta de afloramento e já tem 30 anos de pagamento de IPTU e outras taxas. Resovemos vender essa casa a um valor de R$ 135.000. Em dezembro de 2015. E de comum acordo, dividir esse valor em 9 partes iguais (entre 8 filhos - casamento civil de nosso pai e minha mãe - e meu pai). Meu pai vive junto com outra mulher, sem união civil, três anos após falecimento de minha mãe. Por enquanto não fizemos um recibo e não registramos nada em Cartório. Fizemos correto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se teu pai concordou sim, se não concordou terão problema pois teu pai tem 50% deste imóvel e somente 50% que é a parte da tua mãe é que deve ser dividido em partes iguais para todos os filhos.
      Como teu pai foi casado com sua mãe não sei o que ficou decidido na separação deles. ele pode ter aberto mão do imóvel ou ter deixado em uso dela em vida para no falecimento vender e ficar com a parte dele.
      abraços

      Excluir

Meu Blog é democrático e criticas só virão a aperfeiçoar seu conteúdo. Fique a vontade para criticar, elogiar, sugerir ou implorar, eh,he,he.
Criticas ofensivas serão apagadas, criticas construtivas serão mantidas,
Se teu comentário não for respondido em 24 horas, envie um Email pois posso não ter recebido a notificação de que foi postado.

DÊ PREFERÊNCIA EM ME ENVIAR UM EMAIL

EMAIL: mcamini150@gmail.com