/>

20/03/09

TABELA PRICE - SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO


Conhecido como o sistema de Amortização Francês deixo de lado toda a história do surgimento desta tabela e me atento apenas na sua utilização já que na internet encontra-se vasto material sobre o assunto. Difere do sistema francês porque aqui no Brasil temos os juros mensais(acrescido) enquanto que na França a taxa é descapitalizada(descontada).
Neste sistema as parcelas são sempre iguais, não variam da primeira a última salvo reajuste anual do contrato. A prestação é composta de juros mais o valor a ser diminuído do saldo devedor que se chama amortização. No inicio você paga mais juros e amortiza menos mas com o tempo se invertem as posições e você passa a pagar menos juros e amortizar mais o saldo devedor.

Assim na Tabela Price temos  uma prestação mensal sempre de mesmo valor. Esta prestação é formada pelo valor de amortização que diminui o saldo devedor  que é o dinheiro que pegamos emprestado e temos que devolver ao banco e a outra parte da parcela é formada pelos juros que é a remuneração do banco que nos concedeu o financiamento.

O valor da amortização cresce ao longo dos pagamentos.
O valor dos juros caem ao longo dos pagamento.
O valor da parcela continua o mesmo e somente aumenta pelo reajuste anual do contrato na data de seu aniversário isto é, a cada 12 meses o contrato sofre reajuste e assim no 13º, 25º, 37º, 49º teremos reajuste.

Exemplo:

1ª parcela = R$ 973,00  
2ª parcela = R$ 973,00
....
....
12ª parcela = R$ 973,00
13ª parcela = R$ 973,00 + T.R(taxa de referência) que atualiza os contratos


Achar o valor da prestação (amortização + juros = prestação)

Para achar o valor da prestação que será paga ao longo do tempo temos que pegar o valor financiado, saber a taxa mensal na forma decimal(dividir a taxa mensal por 100) e também sabermos o numero de meses que teremos para pagar o financiamento. Assim usamos a seguinte formula para achar o valor da prestação.


P    = valor a parcela
PV =  valor do financiamento
i     = a taxa de juros mensal na forma centesimal(i/100)
n    =  prazo do financiamento(em meses).

Exemplo:
Em um financiamento de R$ 30 mil reais para ser pago em 12 meses com uma taxa de juros de 1% ao mês. Usando a fórmula acima onde PV é o valor financiado de 30 mil reais, i é a taxa de juros ao mês de 0,01(formula centesimal) e n é = a 12 (prazo).


Calculo da parcela á pagar

Sabendo o valor da parcela procuramos os juros do financiamento

Juros:
Apesar de algumas pessoas pensarem que os juros são composto não identifico esta cobrança nas simulações visto que os juros são mensais e não se incorporam ao saldo devedor quando a amortização é positiva. Só identifiquei cobrança tipo a dos juros composto nos contrato com financiamento corrigidos pelo INCC. Identifiquei os juros calculados com base na taxa sobre o saldo devedor igualmente a os outros sistemas de amortização.

A saber: juros compostos são aqueles que o juro calculado a cada período se incorpora ao valor principal para o cálculo do juros do período seguinte. 
Exemplo: 20.000,00 x 1% ao mês = 20.100,00. no mês seguinte 20.100,00 x 1% = 20.201,00 e assim por diante. Acho que ainda tenho muito que aprender.

Calculamos os juros na Price multiplicando a taxa de juros do período contratado pelo saldo devedor anterior. O período contratado em geral é mensal mas pode ser anual ou trimestral, etc.

Se temos juros de 1% ao mês = a 0,01 e um financiamento de 30 mil reais temos:


  • 0,01 x 30000 = 300,00 e assim teremos 300 reais de juros a serem pagos na primeira parcela.

Para uma parcela inicial de R$ 2.665,44 onde R$ 300,00 é juros temos que:


  • 2665.44 - 300,00 = R$ 2.365,44 será o valor da amortização do saldo devedor de 30 mil reais.


Assim, conhecemos um pouco de como funciona o sistema Price de amortização no Brasil.
Lembrando que a TR(taxa referencial) é a taxa que reajusta os contratos de financiamento e atua juntos com os juros acordados em contrato. A que se ter cuidado para que a TR mais os juros mensais não deixem que o valor amortizado seja negativo e não diminua o saldo devedor fato que criaria o que chamamos de anoticismo onde vai ocorrer a incidência de pagamento de juros sobre juros. Assunto extenso para uma próxima postagem

Calculadora online
http://fazaconta.com/financiamentos-pmt-rate-nper.htm


Leitura recomendada
Tabela Price e a inexistência de capitalização
Autor: Edson de Queiroz Pena
editora Age LTDA - 2007


ATUALIZADO EM 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu Blog é democrático e criticas só virão a aperfeiçoar seu conteúdo. Fique a vontade para criticar, elogiar, sugerir ou implorar, eh,he,he.
Criticas ofensivas serão apagadas, criticas construtivas serão mantidas,
Se teu comentário não for respondido em 24 horas, envie um Email pois posso não ter recebido a notificação de que foi postado.

DÊ PREFERÊNCIA EM ME ENVIAR UM EMAIL

EMAIL: mcamini150@gmail.com