LINKS

AGUARDE CARREGAMENTO...

Comentários

  1. Boa Noite Dr. Maria Angela, por favor eu tinha uma igreja na qual era fundador "A" que aluguei em 2012, ficando responsavel pelos aluguei e pelo iptu do imovel, porem eu era o presidente e tinha um pastor "B" que era responsavel por esta congregação que era um dos polos do ministerio que presidia, a questão é que por desavenças entre o pessoal da diretoria e o pastor "B" que cuidava desta igreja, decidimos em 2014, separarmos e fizemos com a proprietaria do imovel um distrato onde ela, eu "A" e o pastor "B", desvicularia a minha igreja do contrato sem ter que pagar a multa que tinha estipulada, reescindidndo o contrato de locação comigo, e o novo locador assumiria o meses restantes até o fim do contrato,, foi feito o distrato onde dizia que a minha igreja estaria livre de qualquer ônus, a partir daquela data, e assinamos os tres, pastores A e B e a locadora do imovel, o distrato, e paralelo para que não fosse cobrada a multa, o pastor b assinou uma confissao de divida aceitando assumir os debitos de iptu dos anos anterios que tinha o contrato feito em meu nome pastor "A" ,, ele vinha pagando os iptus que foram parcelados em 60 meses, e na mesma epoca que foi feito o distrato e a confissão de divida, foi feito um novo contrato de locação entre o pastor B e a locadora,, a questão é que agora o pastor B esta cobrando de mim os valores afixados, alegando ter sido enganado, e mais foi acordado desta forma pois todos os bens que era de minha propriedade( cadeiras,,bancos, filtro,,efim todo os bens da igreja ficando para o pastor b, a igreja ficou montada p ele,,) porem isso foi feito de forma verbal,, ele ficava com debitos dos iptu que ele tinha ciencia desde de o começo poruqe era ele que cuidava da igreja e em troca a igreja ficaria montada para ele,, mais agora ele esta alegando que foi enganado, e me cobra por estes iptu e por danos moraes, por dizer que foi enganado, eu que devo pagar estes iptus mesmo tendo o distrato me dizendo que eu estava livre de qualquer onus e a confissão de divida do pastor b que assumia os iptus atrasados? e alegando que eu o enganei, sendo que foi conversado, mais não colocado no papel porque ele estava assumindo aqueles iptu? por favor pode me ajudar? muito obrigado

    ResponderExcluir
  2. Porque, ele concordou na epoca, na verdade, foi feiot um contrato reconhecido firma de distrato em um dia e a confissao de divida no outro dia, e o novo contrato agora direto com o pastor B e a locadora de locação de imovel, porem ele me chamou no processo me cobrando dos valores que pagou referente ao anos de 2013 e 2014, sendo que ele assinou a confissão de divida onde dizia que ele assumiria as dividas de iptu e no distrato que foi assinaod por nos tres eu pq era o presidente do ministerio que tinha alugado, ele porque era o pastor responsavel por aquela congregação e locadora,,,assim me desviculado de todas as obrigações foi reconhecida firma do distrato e assinado por mais duas testemunhas,, ele concordou de forma verbal em pagar tudo na epoca e agora alega que foi enganado, sendo que ele é plenamente capaz e não é analfabeto, por favor pode me ajudar e me dizer na lei onde esta o meu direito por favor, obrigado

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meu Blog é democrático e criticas só virão a aperfeiçoar seu conteúdo. Por outro lado elogios só vem a incentivar sua criadora.Criticas ofensivas serão apagadas, criticas construtivas serão mantidas. Se teu comentário não for respondido em 48 horas, envie um Email pois posso não ter recebido a notificação de que foi postado. Os assuntos aqui postados são amplos e podem sofrer alterações de acordo com cada caso.

DÊ PREFERÊNCIA EM ENVIAR UM EMAIL
EMAIL: mcamini150@gmail.com