/>

30/09/13

PRAZOS DE PAGAMENTO DO FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

Atualizado em 2014

A CEF como principal banco financiador de imóveis atualmente trabalha com mais de um prazo de pagamento de financiamento imobiliário. Não existe mistério, o que existe é uma série de informações em conjunto que acaba por complicar a vida de quem esta lendo.

A CEF trabalha com os seguintes prazos de financiamento de imóveis habitacionais.

Até 30 anos (360 meses) para pagar, a quem utilizar a carta de crédito FGTS.
A carta de crédito FGTS é uma linha de crédito individual que utiliza os recursos dos depósitos em contas de trabalhadores.  

Mensalmente o empregador deposita na conta do FGTS do trabalhador com carteira de trabalho assinada um percentual fixo sobre o salário.
O trabalhador não pode livremente movimentar estes recursos e desta forma o governo utiliza estes recursos para oferecer crédito habitacional a quem não dispõe deste para compra da casa própria.

Você solicita seu financiamento pela Carta de Crédito FGTS do sistema financeiro habitacional (SFH) e consegue até 30 anos para devolver este dinheiro que retorna para as contas dos trabalhadores devidamente remuneradas. O prazo mínimo do financiamento será de 120 meses e o máximo de 360 meses.

Neste tipo de financiamento os juros são mais baixos. O prazo concedido dependerá de outros fatores como idade e renda.
É utilizado na compra de imóvel residencial novo ou usado e terreno e no plano Minha Casa Minha Vida.


Até 35 anos (420 meses) para pagar a quem utilizar os recursos de poupança (SBPE).
A SBPE – sistema brasileiro de poupança e empréstimo - utiliza os recursos depositados pela população brasileira em conta poupança de propriedade de qualquer pessoa. Estes recursos ficam depositados na poupança privada e desta forma é movimentado para permitir financiar a casa própria. O dinheiro não some da sua conta, ele fica disponível para quando você desejar saca-lo, não se preocupe achando que chegará ao banco e teu dinheiro da poupança de toda a vida sumiu. Ele sempre estará disponível até porque é inviável que toda a população vá ao banco ao mesmo tempo, sacar todos os seus recursos depositados.

A diferença neste tipo de financiamento, mesmo sendo pelo sistema financeiro habitacional (SFH) ou não, é que os juros serão mais altos que os recursos do FGTS. O prazo ficou mais longo, as taxas de juros foram reduzidas, mas continua sendo mais caro. 
A vantagem é que com o aumento do prazo a renda pode encaixar no valor da prestação e assim pessoas que na carta de crédito FGTS não conseguiriam financiar, na linha de crédito pelo SBPE podem ter seu financiamento aprovado.
 É o prazo utilizado na compra de imóvel residencial novo ou usado, terreno e imóvel comercial.

Na hora de escolher sempre leve em conta a incidências de juros e fique com o que menos juros for aplicado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu Blog é democrático e criticas só virão a aperfeiçoar seu conteúdo. Fique a vontade para criticar, elogiar, sugerir ou implorar, eh,he,he.
Criticas ofensivas serão apagadas, criticas construtivas serão mantidas,
Se teu comentário não for respondido em 24 horas, envie um Email pois posso não ter recebido a notificação de que foi postado.

DÊ PREFERÊNCIA EM ME ENVIAR UM EMAIL

EMAIL: mcamini150@gmail.com